Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

E o céu azul brilhará...

Diário de uma académica portuguesa em Londres

E o céu azul brilhará...

Diário de uma académica portuguesa em Londres

30
Abr07

À deriva...

Little Miss Sunshine

A menos de semana e meia do fim dos meus compromissos escolares (excluindo o exame final a história do 3º Reich), tenho andado meio apática. Por um lado os últimos dois trabalhos não me deixam descansar, por outro os meus compromissos profissionais vão ser acrescidos de mais horas, algu que não me agrada mesmo nada.

 

Decidi fazer o Mestrado em Marketing, candidatei-me sem pensar duas vezes e agora tenho um receio miudinho de que, a ser aceite, tenha de me endividar em empréstimos bancários... É que eu odeio pedir dinheiro ao banco, mas neste caso não tenho mesmo outra solução. Nem sei muito bem como vai ser a minha vida, agora que acabo o curso.

 

Quer dizer, eu acho que vou acabar o curso, mas vamos lá ver. Tou aqui convencidinha que vou fazer o curso e tal, mas ainda não sei. Não recebi resultados nenhuns ainda e só em Junho é que sei se a minha tese está boa o suficiente para me dar uma nota boa...

 

Mas pronto, confiando que passo... O que é que vou fazer a seguir? A minha resposta é: voltar para Portugal... Mas com o meu rapaz aqui, e a minha gata maluca não tenho muita margem de manobra. E sinceramente não me vejo a morar longe do mar, por isso se ficar por aqui é melhor procurar um lugar à beira-mar plantado, mesmo que seja 'british'.

 

Ai, mas acreditem, só me apetece voltar... Mesmo sabendo que o mais certo é acabar desempregada ou acabar a trabalhar under-qualificada, num emprego qualquer, e a ganhar 800 euros por mês (ou menos). Só que a família está toda em Portugal, o cão está em Portugal... e o sol também... e o mar... e fala-se Português...

 

Eu só quero sair daqui, fazer como um casal nosso amigo, alemão, que farta-se de viajar pelo mundo fora. Pensei em ir para os Estados Unidos, mas até isso me parece complicado nesta altura, porque eu só me apetece acabar o curso e ir de férias um mês inteirinho. Um mês sem trabalho, sem estudo, sem exames, sem livros, sem correrias desenfreadas para apanhar o autocarro para o trabalho.

 

Odeio o meu trabalho. Odeio. Mas também não sei o que quero fazer agora. Por isso é que me inscrevi no mestrado. Não quero pensar nisso para já, posso adiar por mais um ano se for aceite... Um amigo meu perguntou-me no outro dia... Mas porquê tanto estudo? Para quê?

 

Eu olhei para ele e disse-lhe... Pois, não sei... Acho que é só mesmo para me manter ocupada, porque já não sei viver de outra maneira. É como o meu pai, que quando devia estar a descansar de uma vida inteira de trabalho, decidiu fazer doutoramento para juntar aos dois cursos de licenciatura que já tem.

 

Eu digo que hei-de estudar até ter cerebro. Mas eu quero é ter bébés, e uma casinha no campo ou na praia, uma família feliz e as contas pagas sem interferirem com o pão na mesa. Mas sonhos como este são cada vez mais raros de se concretizarem. O mais certo é ter bebés tarde, ter uma casa na praia quando me reformar, e contas... Bem... essas vão andar sempre a interferir com o pão na mesa, se bem que até agora não me posso queixar... tenho uma capacidade de poupança incrível.

 

Mas pronto, porque poupo não vou ao cinema, não janto fora, não tenho uma vida social. Enterro-me no meu quartinho, vivo a minha vidinha frente ao computador e disse. A verdade é que não quero pensar muito no assunto de acabar o curso. Nunca pensei que o acabaria. E saber que o vou acabar, mesmo com certa já tradicional insegurança minha, é mesmo assustador. Mas a ver vamos...

 

Vou-me deitar agora, porque estou mesmo cansadinhaaaaa! Jokas...

1 comentário

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2005
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2004
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D