Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

E o céu azul brilhará...

Diário de uma académica portuguesa em Londres

E o céu azul brilhará...

Diário de uma académica portuguesa em Londres

13
Jun07

Chuva e Lágrimas

Little Miss Sunshine

Como se adia uma decisão... É complicado, a maneira como certos factores mudam tudo, um sinónimo de que planificar demasiado uma vida, normalmente não resulta. Acabei o curso e sempre disse que após acabar a minha licenciatura voltaria de vez para casa, para perto da família e dos amigos, do meu cão e de tudo aquilo que hoje sinto falta, muita falta. Não planeei o meu namorado na minha vida e agora sinto-me dividida.

 

Estou presa a um trabalho que em nada me satisfaz. Ser supervisora de supermercado foi bom para pagar o curso, mas agora que o curso acabou não vejo razão para continuar naquele sítio, até porque me está a dar cabo da saúde. Odeio o meu trabalho de tal maneira que me põe mesmo doente. O pior é quando venho de uma semana sem stress ou problemas em Portugal, e assim que chego tenho complicações atrás de complicações.

 

Hoje chorei. Chorei até me doer a cabeça porque quero voltar mas sinto que o meu lugar em Portugal já não existe, da mesma maneira que o meu lugar não é aqui, neste país. De repente sinto-me apátrida, sem destino ou ponto de referência. Sair daqui é algo que pretendo fazer, mas a que custo e quando? 

 

Não tenho coragem para me mexer, sinto-me muitas vezes num buraco negro, sem fundo, onde caio livremente para o nada, onde nada me espera. A frustração toma conta de mim, e mais tarde sei que recupero e volto à carga, com mais força, luto por um lugar ao sol...  mas neste país só chove. Ainda agora choveu... Que saudades já do sol de Portugal... Que saudades da minha vida lá.

 

Agora, Portugal só me parece o melhor destino, mas esqueço muitas vezes da luta que foi sobreviver por lá e de como eu me sentia tão perdida como agora. Eu sou uma pessoa que precisa de mudar periodicamente, e acho que essa altura chegou. Mas estou com receio de deitar tudo a perder, porque os fantasmas do passado não param de me assombrar - as decisões que tomei uma vez comprometeram todo um percurso de felicidade e eu não quero arriscar o mesmo.

 

Mas não quero ficar aqui. Não quero manter o meu emprego e nem sei bem se quero mesmo fazer o mestrado ou não. Eu só quero ser feliz... Bolas, porque é que custa tanto ser feliz? Porque é que tem de ter sempre um preço, a felicidade? Estou cansada de lutar. Preciso de um mês fora daqui. Um mês para recuperar de três anos sem sair à noite, sem ir ao cabeleireiro, sem comprar uma peça de roupa. Três anos onde a minha prioridade era acabar os meus estudos, poupar o máximo possível e viver o dia a dia sem pensar no amanhã...

 

Mas o amanhã chegou e eu quero férias para definir o que quero fazer. Férias de toda esta tensão e de todo este céu nublado. A semana em Portugal passou num minuto, e de volta à realidade só quero mesmo fugir daqui outra vez. Isto não é vida... Isto é uma prisão.

 

2 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2005
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2004
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D