Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

E o céu azul brilhará...

Diário de uma académica portuguesa em Londres

E o céu azul brilhará...

Diário de uma académica portuguesa em Londres

19
Jul07

Bye Bye telemóvel...

Little Miss Sunshine

O meu dia de hoje começou cedo e cheio de actividades... Lavar loiça, preparar o pequeno-almoço, ir até ao ginásio, almoçar... Até aí nada de novo... Ao princípio da tarde as minhas amigas, que vão ficar aqui em casa a tomar conta da Daisy enquanto eu e o Sidd estivermos em Portugal, vieram largar parte da bagagem delas. Depois fomos até ao centro, onde estive mais de uma hora à seca enquanto o meu namorado resolvia a abertura de uma conta num banco local para uma amiga nossa recém chegada da India.

 

Finalmente lá se despacharam e eu ainda pude ir dar um pulinho à universidade para ver os meus resultados finais. Fiquei super feliz, porque tal como suspeitava acabei o curso com média 2:1 - que é a segunda classificação mais alta do ensino britânico (a mais alta é 1:1, também chamada de 'First'). Claro que para estragar a minha alegria, enquanto atravessava a estrada da uni em direcção a casa, o meu telemóvel caiu-me do bolso, veio um jipezorro e passou-o a ferro...

 

O que vale é que o telemóvel já era velhinho, mas perdi contactos de pessoal, perdi mesmo tudo. Enfim, mais uma coisa para me manter ocupada durante esta semana. Tenho estado de folgas consecutivas desde terça-feira, ando a fazer 8h por semana o que é bastante preocupante... isto porque o dinheiro que vai entrar no final do mês não vai ser muito... E eu queria ir a Portugal com alguma liberdade no bolso - se é que me faço entender.

 

O meu menino foi trabalhar - ele agora está a fazer turnos nocturnos, o que é uma bodega porque vem tarde e a más horas e como temos sempre tanto que fazer durante o dia não passamos tempo de qualidade nenhum juntos... E depois andamos sempre às cabeçadas.

 

Esta semana  foi marcada pelo acidente aéreo no Brasil, um avião da TAM passou-se completamente para o lado de lá (da pista e do Mundo), levando tripulantes e passageiros numa viagem até 1000ºC de inferno.  - QUE MEDO!

 

Daqui a uma semana e uns dias vou estar eu a bordo de um avião, e este tipo de acidentes acontecem sempre nestas alturas, em que eu me preparo psicológicamente para enfrentar o meu medo de voar. Se por um lado é bom que estes acidentes aconteçam antes de eu voar, porque desviam as estatisticas de fatalidades do meu caminho, por outro é horrivel, porque eu me imagino muitas vezes dentro do avião e como aquelas pessoas se deverão ter sentido - se bem que como não estavam a ver nada, porque o mal dos aviões é esse mesmo ( se há merda, só os pilotos é que sabem e quase nunca vão a tempo de a desfazer...) não devem sequer ter-se apercebido do que aconteceu.

 

As circunstâncias deste acidente lembraram-me aquela aterragem maluca em Lisboa quando fui em Junho para os anos do meu pai. Os gajos do controlo não se aperceberam que os ventos na pista tinham mudado e preparávamo-nos para fazer uma aterragem com o vento de cauda (o vento deve estar sempre de frente, não de trás, que é para ajudar na imobilização da aeronave, aumentando as forças de atrito e ajudando os motores aquando os mesmos são postos em 'reverse mode'.

 

Resumindo... o piloto borregou. Chegámos a aterrar para logo de seguida levantarmos novamente, e eu vi a minha vida toda andar para trás... Mas lá aterramos, eu a tremer que nem varas verdes, só me apetecia beijar o chão assim que pus os pés em terra firme. Na minha perspectiva de análise, eu acho que os pilotos da TAM queriam mesmo fazer um borego, mas por qualquer razão o raio do bicho (avião) resolveu planar, ou talvez o controle de pista não foi feito como deve de ser... Os motores também não foram postos em 'reverse mode', enfim, pareceu-me a mim que foi erro humano... E a merda destas coisas é que em aeronaves se se erra uma vez  paga-se geralmente muito caro... Mesmo muito caro - normalmente com a vida.

 

Outro assunto que tem dominado os telejornais daqui esta semana é a 'guerra' infantil que Reino Unido resolveu abrir com a Rússia (ou será que foi ao contrário?). Ora expulsa um diplomata daqui, ora expulsa um diplomata dalí, estes gajos andam às turras desde que o espião russo Litvinienko foi assassinado com POLÓNIO 210 no Reino Unido. Agora andam com birrinhas, a expulsar diplomatas ingleses, a recusar extradição de assassinos para julgamento em Inglaterra e a recusar ajudar na luta contra o terrorismo...

 

E as grandes guerras começaram por muito menos... Por isso estou para ver onde é que isto termina. Não me apetece nada acabar envenenada com cianeto na àgua ou algo pior - nunca fiando nestes Russos. Aliás, na minha perspectiva, a máfia russa é bem pior que a máfia siciliana... Mas tenho que admitir, estes gajos são importantes aliados e quando estão contra nós o resultado nunca é muito bom... Mas reza a história que os Russos e os Ingleses sempre tiveram uma relação on-off, e portanto o melhor é mesmo não relativizar. Isto porque no fim, eles acabam sempre por dar o braço a torcer.

 

Bem, vou ver se como qualquer coisa. Ando com uma dor de cabeça que já dura desde almoço. Até breve!

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2005
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2004
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D