Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

E o céu azul brilhará...

Diário de uma académica portuguesa em Londres

E o céu azul brilhará...

Diário de uma académica portuguesa em Londres

17
Set07

Os miudos de Stanborough

Little Miss Sunshine

Apesar da noite mal dormida, hoje lá me levantei cedinho para ir trabalhar naquele biscatezito que tenho volta e meia em Stevenage. De manhã estava solinho e tal, e eu vesti uma roupita mais ou menos fresquinha, casaco de ganga e tal...Palavra de honra que às vezes me esqueço que estou a viver em Inglaterra e que o tempo aqui é maluco. Claro que para mal dos meus pecados, o tempo acabou por ficar encoberto, e o frio - trazido pela ventania diabólica - era mesmo daquele que entra pelos ossos dentro e parece que os estala todinhos, todinhos.

 

Assim que me despachei lá do trabalho, fui a correr para a paragem do autocarro a ver se aquecia. Tinha frio em lados do meu corpo que eu desconhecia sequer que existiam! O autocarro chegou uns minutos depois, ainda fui ao centro tratar de umas coisas e daí até estar no autocarro a caminho de casa foi um instante. Mas esta viagem de uma hora e pouco ía tornar-se na viagem mais incómoda da minha vida.

 

O autocarro esteve vazio a maior parte do percurso, e o condutor - apesar de abusar do travão um bocadinho - lá fez o autocarro voar a tempo e horas até ao seu destino. Quando chegámos à paragem das escolas em Stanborough, a porcaria começou. Os putos daqui têm escola até às três da tarde, altura em que saiem desenfreados da instituição escolar rumo a casa - mas não sem antes fazerem das suas.

 

Um grupo de rapazes decidiu que seria muito engraçado espetar com um coelho morto debaixo do autocarro. Assim que o autocarro  arrancou, e perante inúmeras cameras de telemóvel que entretanto se aprontaram para testemunhar o evento macábro, os miúdos de Stanborough vibraram de excitação quando a roda traseira da viatura esmagou o crâneo do animal, espalhando sangue e pedaços de carne pela via.

 

Agora digam-me o que é que está mal aqui? A minha opinião? Tudo.

 

Que raio de educação andam estes gajos a ter nesta escola? Óbviamente, o respeito pela Natureza, os limites entre a brincadeira saudável e a de mau gosto estão obviamente esquecidos - ou pior ainda, nem sequer existem. Perante o meu olhar incrédulo, os miúdos ainda riam, esfregavam as mãos como se fossem pequenos diabinhos em treino.

 

E agora digam-me: com este tipo de exemplos, quem é que vai querer criar filhos neste país? Eu não, essa é que é essa...

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2005
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2004
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D