Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

E o céu azul brilhará...

Diário de uma académica portuguesa em Londres

E o céu azul brilhará...

Diário de uma académica portuguesa em Londres

04
Mar08

Insegurança de ser português...

Little Miss Sunshine
De acordo com um estudo realizado em finais do ano passado, os portugueses estão cada vez mais inseguros. Não é preciso ir além do sapo.pt e ver as notícias em destaque: ou alguém foi esfaqueado, ou alguém morreu em acidente de viação, ou a crise aperta cada vez mais. É o pão a subir virtiginosamente, os transportes a subir, e os ordenados congelados ou a subir muitissimo abaixo da taxa de inflação... Este foi motivo de conversa entre mim e um mais recente amigo 'tuga' a estudar na  universidade.
 
Aliás (e de acordo com a maior parte dos meus amigos portugueses a estudar por estes lados), para voltar a Portugal é preciso que o país ofereça melhores garantias de futuro, o que não está a acontecer. Não é uma questão de política - e daí talvez até seja um pouco -  mas sim uma questão de mentalidades.

Nessa conversa com o meu amigo 'tuga' discutimos  o facto das pessoas em Portugal estarem habituadas a que lhes cortem desde pequeninos os sonhos, ou as pernas, ou as asas, para que a realidade do país não  lhes destrua a sanidade mental.  Eu tive a sorte de os meus pais me impulsionarem sempre no sentido dos meus sonhos, mas começo a notar que a maioria dos 'tugas' não tem essa sorte.

A verdade é que para muitos portugueses, ter sonhos de uma vida mais ou menos boa, ou sonhos de fazer aquilo que se gosta é algo de sureal e que não acontece a muita gente. Depois, vem-se estudar para o estrangeiro - que pode ser aqui, como em qualquer outro país da Europa - e rápidamente se descobre que a terra das oportunidades não existe só para além do oceano atlântico.

Na verdade, os países europeus, na sua generalidade, premeiam aqueles que trabalham e lutam para alcançar os seus sonhos. Infelizmente, e apesar de fazer parte do leque de países europeus, Portugal não está na vanguarda das oportunidades. Em vez disso está a seguir um caminho criminal, onde para se ganhar o suficiente para sobreviver, tem uma pessoa que se matar a trabalhar, sacrificar a vida familiar e social, para não falar no sacrificio dos seus sonhos, dos seus valores e dos seus ideais.

Quando uma pessoa sai de casa cedo de manhã, entra à noite, come uma sopa porque o dinheiro não chega para mais e só quer cair na cama, para ver recomeçar tudo de novo... então algo vai mal na nossa sociedade.



Há cerca de duas semanas comecei o 'projecto tuga' na Universidade. O projecto consiste num grupo criado no website da universidade e que se destina a estudantes da uni cuja língua materna é o português. O grupo já conta com mais de 15 participantes, e continua a crescer.

Este Domingo o pessoal vai-se encontrar para um café, o que vai ser interessante. Para mim, vai ser um bocado como coca-cola gelada num almoço de frango assado!!!  Ando com tantas saudades de casa e de falar português que me já está a afectar o cérebro.  Não tenho dinheiro para ir esta Páscoa a casa, não tive dinheiro para ir no Natal, e estou a ver que como as coisas andam agora, também não vou ter dinheiro para ir em Junho... Posso meter-me num emprego da cáca para arranjar dinheiro para ir a casa, mas não quero sacrificar o meu tempo de estudo - só trabalho agora aos fins de semana e para mim basta-me.

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2005
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2004
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D