Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

E o céu azul brilhará...

Diário de uma académica portuguesa em Londres

E o céu azul brilhará...

Diário de uma académica portuguesa em Londres

29
Set07

Considerações de uma estudante à deriva...

Little Miss Sunshine

É certo e sabido que me encontro numa relação de longo termo (ou coisa que o valha, porque para mim, mais de seis meses é uma eternidade!), mas até quando? Isto é o que me pergunto todos os dias antes de me ir deitar e todas as manhãs quando acordo.

 

Eu nunca fui de me reger pelos meus amigos, sempre fui - aliás - apontada pelos meus amigos como sendo uma espécie de freak ou pessoa anormal somente porque era por demais sensível e também porque contava a minha vida toda por extenso ao primeiro(a) que me aparecesse pela frente.

 

Era uma sonhadora, mas se pensarmos bem, aos treze, catorze anos, quem é que não sonha que pode mudar o Mundo? Eu sempre achei que me iria tornar na pessoa que descobriria a cura para mil e uma maleitas do mundo - mas apesar de inicialmente ter achado que seguir quimica era o passo mais acertado para levar a cabo essa aventura, cedo me apercebi que o meu talento não estáva na matemática.

 

Acabei por seguir humanidades, mas sempre achei que humanidades era um pouco 'sem sal', faltava qualquer coisa. E agora, que descobri que a minha vocação é Marketing (apesar de achar que nunca fui grande vendedora...), toca a fazer o Mestrado, e já estou a olhar para a possibilidade de me mudar para os Estados Unidos e trabalhar numa grande companhia em Nova York.

 

Sim, estão a ver - lá estou eu a sonhar alto outra vez... Mas se eu não sonhar... Como é que vou traçar objectivos para a minha vida? É que eu não quero correr o risco de me acomodar ao que tenho porque é seguro, e deixar de fazer aquilo que realmente gostaria de fazer. Até porque ao perseguir os meus sonhos, estou também a derrotar muitos dos meus medos.

 

E ontem, ao ver os planos do mestrado e os trabalhos que entretanto estão já marcados também, começo a aperceber-me que não sei nada, e o pânico instala-se! Pior foi quando pesquisei no AMAZON três dos livros que vou mesmo precisar, e o preço dos três livros ascendia às 100 libras - o mesmo que recebi este mês do meu trabalho.

 

Batalhas e mais batalhas para vencer - é esta a minha vida. E as piores batalhas são as batalhas sociais, ou aquelas que implicam convenções sociais - eu ultrapasso as barreiras, mas não sem penar (e muito) primeiro. E tudo para quê? Para ter um namorado com problemas de compromisso, para ter meia dúzia de amigos que nem sequer me liga quando vão passear, e patrões dos quais tenho mais medo que respeito, pois nesta altura a minha dependência laboral deve-se à minha necessidade de sobreviver.

 

Isto de viver é uma coisa complicada. Mas na minha perspectiva pessoal, torna-se muito pior quando se tem um parceiro que não divide responsabilidades, mas que me as cria em mim. Por isso - grito ipiranga - hoje vou 'cortir' a minha vidinha, e vou passear para Hertford. Sózinha.

28
Set07

Factor X

Little Miss Sunshine

Estou muito, muito ocupada a ... ver o X-Factor.

 

Este ano está um mimo (e eu já me fartei de rir para aí um milhão de vezes desde que os gajos se puseram a cantar)...

 

Na vida pessoal não há grandes novidades - o costume. Mas palpita-me que esta semana que vem vai ser de arromba! - Não só de coisas boas mas também de coisas stressantes!

 

Me aguardem!!!

 

27
Set07

Horários trocados...

Little Miss Sunshine

Deitei-me ontem às 2 da manhã e acordei à bocado. Não sei o que se passa comigo que quando chega à noite não consigo dormir e quando chega a manhã não me consigo levantar. Será que é do frio que começa já a despontar, dando espaço ao já não tão demorado Inverno?

26
Set07

Em observação...

Little Miss Sunshine

Estive com a minha amiga hoje no hospital. Ela ainda vai lá ficar a pernoitar esta noite só mesmo para descargo de consciência, uma vez que as dores cessaram ainda esta madrugada e até agora não voltaram.

 

Entretanto ando num desespero de açúcar. O namorado e eu hoje andamos amuados um com o outro, eu ando cansada porque dormi mal à noite e deitei-me tarde, ele também anda K.O. e ainda não começamos a universidade a sério!

 

Mesmo assim, já tenho quatro trabalhos marcados, dois dos quais são de grupo - fixe, eu ADOROOOO trabalhos de grupo.... (ironia). Ando decepcionada com o rumo da minha vida nesta altura, no sentido em que tudo me parece um tanto ou quanto linear e não passa disso.

 

Há quem diga que eu preciso de alimento espiritual. Se calhar por isso é que me ando a empaturrar de Kaju Katris.

 

Este post é a coisa mais parva que eu já escrevi, por isso olhem, ignorem. Amanhã é outro dia.

25
Set07

Uau...!

Little Miss Sunshine

Hoje apresentei uma carta de seis páginas de 'Grievance' ao meu 'store manager'. Entretanto ando aqui metida nuns esquemas não muito legais para que os meus 'housemates' não tenham de pagar contribuição autárquica. Baldei-me hoje ao programa de introdução ao Mestrado, pois não é obrigatório...

 

»»»«««

 

Ok. São nesta altura 00.41 a.m. e eu acabei de chegar a casa. Estáva a escrever o meu post calmamente quando a irmã da minha amiga grávida (que também é minha amiga) me ligou a dizer que a mana dela estava com contracções a cada cinco minutos - apesar das àguas não terem rebentado.

 

Toca a Rebel de despir o pijaminha à pressa, agarrar nas primeiras calças de ganga e top que vierem à mão, no casaco comprido, e vai de correr até casa delas, que fica a 5 minutos a pé. Toca a Rebel de ligar à ambulância porque elas não falam bem Inglês, toca a Rebel de ir na ambulância porque sou a amiga do peito, toca a Rebel a ficar na ala dos partos do Hospital Queen Elizabeth II (ou QEII como aqui lhe chamam, e que para mim é muito complicado pronunciar - [quiu i too]), toca a Rebel de acompanhar a amiga na atribulada mas muito interessante quimera daquilo que é a coisa mais natural do mundo - pelo menos para uma mulher.

 

Ela entretanto ficou no hospital, onde vai pernoitar sob vigilância médica. Eu fui 'trocada' pela cunhada dela, que fala tão bem Inglês como eu, e portanto serviria melhor para passar informação entre paciente e médica/ enfermeiras e vice-versa. De acordo com a médica, o bebé pode nascer hoje. E hoje é lua cheia.

 

E hoje também andei numa ambulância pela primeira vez na minha vida - em 29 anos nunca tinha andado. Hoje entrei num Hospital Inglês pela primeira vez na minha vida - ainda por cima numa ala de partos. Olhando para trás, dá vontade de rir - agora que o stress passou e me recordo da minha conversa com os socorristas do 999 (número de emergência aqui), só me apetece mesmo rir...

 

Amanhã pode ser que tenha novidades. A ver vamos se já vou ser 'tia emprestada' ou se ainda tenho de esperar um pouco mais - afinal ela está ainda só de 32 semanas e ainda deveria ter mais uns dias de 'estufa'. Mas se for como a 'tia emprestada' vai querer saír quando lhe der na realgana - no matter what. 

24
Set07

Primeiro dia de aulas!

Little Miss Sunshine

Hoje foi o meu primeiro dia de apresentações na universidade. Não foi nada de especial, apenas uma ligeira apresentação da Faculdade de 'Business', os reitores e os programas. Ofereceram almoço à malta, mas eu tinha que vir para casa limpar o frigorífico novo (que entretanto chegou) e preparar-me para o trabalho.

 

Foi interessante e motivante ouvir os representantes da faculdade de 'business' falar sobre os cursos e aquilo que esperam de nós, os pós-graduados. Em compensação, o folclore das chatices com o tipo do lado continuam e hoje no emprego aprendi que fui despromovida - alguém tomou o meu lugar - e vou ter de passar a usar o uniforme maravilha em vez dos meus fatinhos.

 

Mas há males que vêm por bem, e eu acredito que agora que abracei o Mestrado de corpo e alma, até é conveniente que eu não embarque em grandes responsabilidades laborais. Portanto, não há mais 'Front Line Manager' para ninguém, de hoje em diante serei apenas mais um 'associate' daquela grande empresa norte-americana.

 

Enfim, o meu triunfo agora é conseguir dominar o mestrado bem, e seguir em frente com o meu dia a dia. Nem sempre estarei a trabalhar, nem sempre estarei a estudar, e é nesses momentos que tenho de recarregar as energias e fazer das tripas coração.

 

Mas custa.

 

 

23
Set07

O folclore das contas para pagar...

Little Miss Sunshine

Na minha casa hoje dançou-se o folclore. Peguei-me à bulha com o casal que mora no quarto ao lado - isto é, com o rapaz, porque a rapariga foi duas semanas a casa, no Médio-Oriente, e deixou o marido por conta própria. Como eu já não vou muito à laia com ele (desde que ele entrou disparado pela casa de banho a dentro, sem bater à porta, e quase me apanhou completamente despida), foi um farrobadó jeitoso quando em tom de convencido me disse que não pagava a contribuição autárquica.

 

Ora a contribuição autárquica é à volta de 120 libras por mês, e estudantes estão isentos de a pagar. Considerando isto, eu pus a conta na cozinha, e lavei as mãos - porque eu, afinal de contas sou estudante, e não tenho nada a ver com aquela conta maravilha. O gajo hoje, virou-se para o meu homem e disse-lhe que nunca tinha sido discutido pagar a contribuição. Preciosismos, porque eu, quando eles se mudaram para aqui, disse-lhes claramente que a renda não incluia contas nenhumas.

 

Depois, o rapaz, como viu que estáva a perder comigo, porque graças a Deus se há coisas que eu sei, essas coisas são leis (mais que não seja porque leio e pesquiso bastante na net acerca delas), disse que também tinha sido prometido uma cama de casal, uma cómoda, e o frigorífico e já tinha passado mais de um mês e até agora nada, e que portanto não ía pagar o depósito de 300 libras que está a dever ao Sid (uma vez que o Sid pagou por ele 'in advance') e que não pagava a conta da àgua também! Isto porque ainda não tinha contrato, nem tinha assinado nada.

 

E eu virei-me para ele e disse-lhe já descabelada e aos berros, que se não paga bem pode sair no final do mês - e mandei uma carta ao senhorio a pedir que o expulsassem no fim do mês, já que temos montes de pessoal interessado em mudar-se para aqui e que ficariam muito felizes com o quarto dele, sem pedirem camas, cortinas e eu sei lá mais o quê!

 

É preciso ter uma lata para estar a pedir tanta merda. Eu no meu quarto tinha uma cama e uma secretária. Tudo o resto que aqui se vê foi comprado com o meu dinheiro. Mais... Um dos rapazes do quarto de baixo está a dormir num colchão no chão, o meu gajo nem colchão tem, está a dormir no chão, e vem-me este badameco de meia tigela com exigências!!! Só mesmo ao estálo! Pior... Trabalha a tempo inteiro em Londres, a mulher idem idem, aspas, aspas, estão a pensar comprar um carro e tudo, e o gajo não quer largar dinheiro para as despesas? Estamos a brincar ou quê?

 

Juro, eu juro que se o gajo não sai a bem, sai a mal. E se o gajo se cruza comigo no corredor, o mais certo é eu lhe partir a cara, com óculos e tudo!

 

Juro que nunca fui assim tão violenta, mas a mim não me fazem passar por parva1. Ai não fazem, não!

 

Espero que o senhorio me faça a vontade e o ºconvideº a saír.

Depois, vamos ver quem é que dança o Vira em último lugar.

 

1 Obrigada Kuka!

21
Set07

Chegou o grande dia...

Little Miss Sunshine

...mas a minha disposição está low. A cabeça dói e o corpo parece que não responde. Hoje é o dia das inscrições e eu só me apetece pegar nas 3600 libras e fugir daqui para o México, ou Jamaica, ou Cuba - sei lá, algo com muito sol e muito mar.

 

Ontem eu e o namorado tivemos uma discussão enorme, que acabou comigo a bater a porta à uma da manhã, de calças de pijama e sobretudo. Fui arejar, a meio da noite, porque já não aguento mais o caos em que nós os dois andamos. Não estamos bem um com o outro e a verdade é que isto já nem nos faz bem.

 

Mas ontem aprendi uma lição. Se ele me virar as costas eu estou completamente por minha conta. De todos os contactos que tenho na lista telefónica, nenhum é suficientemente de minha confiança para eu pedir ajuda. Nenhum. E ontem, àquela hora, ninguém da minha família estáva online. E de repente, entre soluços e lágrimas, reparei que estava totalmente isolada.

 

Num país que não é meu, num quarto que mal posso considerar como o meu espaço, sem a família ou o Mr Fritz por perto, e com o namorado a ignorar-me com maldade, senti naquele momento que não faz sentido continuar assim. Atingi o fundo do poço com toda a força.

 

Vou voltar a ter sessões com o psicólogo.

 

Merda...

 

20
Set07

Confesso aqui e agora...

Little Miss Sunshine

Ando com uns desejos de Kaju Katri e Kaju rolls, que acho que hoje vou ter de ir a Luton só para poder comprar 1/2 Kg - e eu sei que não me vão durar mais de dois dias!!!!

 

Kaju Katri é dos melhores doces do mundo, e como não podia deixar de ser, é tradicionalmente indiano.

 

 

 

Se não tivesse vindo viver para Inglaterra, o mais certo seria passar a minha vida inteira sem  nunca ter conhecido este doce - ou pior ainda, sem nunca o ter provado!!!

 

Mmmmmmmmm... Bem, vou mas é agarrar no casaco e pôr-me na alheta porque daqui a Luton são quase 45 minutos de autocarro - se não forem mais.

Pág. 1/4

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2005
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2004
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D