Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

E o céu azul brilhará...

Diário de uma académica portuguesa em Londres

E o céu azul brilhará...

Diário de uma académica portuguesa em Londres

30
Mar09

De volta ao trabalho

Little Miss Sunshine

Não estou nem um pouco entusiasmada por estar sentada na minha cadeira do costume, longe do sol radiante lá fora (sim, milagre!). Voltei ao trabalho. As minhas (curtas) férias terminaram. Pela frente tenho uma semana inteira de labuta intelectual, ginásio, e trabalhos para o meu mestrado (um dos quais a entregar já nesta sexta-feira).

 

Depois de ter estado a semana inteira a 'twitar' com celebridades de várias partes do mundo, pergunto-me: será que o pessoal a trabalhar em cinema se farta das segundas-feiras? Será que, tal como eu, odeiam o fim do fim de semana? Pelos 'twitts' que mandam volta e meia, parece-me que não. Parece-me que, apesar de trabalhoso, o que esta gente faz é pelo menos um pouco mais interessante que o que eu faço. Fico com inveja.

 

Não é bom ter um dia diferente todos os dias? Claro que é... Então porque raio é que eu escolhi fazer o que faço hoje? Simplesmente porque foi o trabalho que me escolheu a mim. Bolas, dava tudo para poder saír do Reino Unido e começar um projecto aliciante, algo de que realmente eu goste, e que me dê vontade de chegar ao trabalho uma hora antes. Quando era mais nova, parecia ter motivação a nascer por todo o lado. Nesta altura a minha motivação anda um pouco diluída...

 

Provavelmente devido à humidade deste país. Anda tudo à procura do mesmo. Eu não sou excepção. Mas o dinheiro escasseia, e os sonhos já parecem só sonhos mesmo. Quando é que eu deixei de lutar pelo que quero? As coisas não estão fáceis. Tenho de saír deste país rumo à aventura outra vez para me sentir viva. Já quase não me conheço.

 

 

 

28
Mar09

Um mundo muito (sur)real...

Little Miss Sunshine

As minhas férias estão quase no fim. Não tenho feito muito nestes dias, ando pelo twitter, a tentar entender melhor como é que aquilo funciona, e começo a achar piada à cena porque tenho nos meus feeds pessoal com quem nunca na minha vida pensei vir a ter qualquer tipo de contacto.

 

As fotos e os videos colocados online pelo realizador Rob Luketic e pelo Ashton Kutcher (estão a filmar um novo filme em Nice, que está para estrear em 2010) têm-me dado para rir, mas também para ver que estas pessoas não são muito diferentes de nós, 'comuns mortais'...

 

Às vezes é refrescante levar um banho de realismo.

 

Twitt, Twitt!

26
Mar09

Estou viciada...

Little Miss Sunshine

... no twitter...!

 

Estou a pensar comprar um Vodafone quando a assinatura do meu telemóvel actual acabar em Maio, só para que possa receber os updates do Ashton Kutcher, da Demi More e do Barak Obama...

 

Viva a tecnologia!

 

 

 

26
Mar09

Discurso PMS'ico - Ok, estou farta disto...

Little Miss Sunshine

O que é que preciso de fazer para me pôr na alheta daqui e ir até aos 25ºC em Portugal? Estou farta do isolamento, da chuva, dos preços exorbitantes das casas e da falta de perspectiva para os meus próximos anos...

 

Se o pessoal pensa que vir para este país de bifes mal educados dá mais oportunidades que em Portugal, então, estão muito enganados! - Sim, meus amores, os Ingleses não têm absolutamente nada de educação! Talvez no século passado tivessem, mas neste século, não! Se bem que eu acho, pelo exemplo cá de casa, que o problema é possívelmente global...

 

Moro aqui há quase 5 anos, e nem uma casa tenho, poupanças são muito poucas e vida social é igual a nenhuma. Os meus ricos aninhos em Portugal... Pensava eu que era infeliz por lá... O tanas, sou é bastante infeliz aqui, e com a recessão nem sequer posso aventurar-me por outras paragens, senão acabo debaixo da ponte.

 

Estou farta disto tudo.

Odeio 'under-achievers' e 'over-promisers'!

Já não me dá gozo nenhum estar longe da minha família ou do sol e da praia do meu país.

Nada disto vale a pena já...

 

... será que me aceitam de volta na Portway...?

25
Mar09

Dinheiro... (contém muitos palavrões)

Little Miss Sunshine

Estou farta de stressar por causa de dinheiro... Que mal fiz eu para passar a vida a ter de contar tostões e esticar orçamento só para poder ter um pouco de comforto? Que nem tenho, porque esta semana estou de férias e não fui a lado nenhum (nem VOU!). Até tive de cancelar a massagem indiana que tinha marcada para amanhã porque precisei de comprar os bilhetes para ir a casa em Junho para o casamento do meu irmão... E não sei se é o SPM, mas nesta altura não consigo parar de chorar, porque trabalho que nem uma moura para juntar algum, e pelos meus cálculos, as minhas poupanças de quase um ano vão todas pelo cano de Junho adiante, com a mudança de casa e com as despesas do casamento...

 

Porra, para que é que eu me andei a sacrificar estes meses todos?

 

Só se vive uma vez e eu não posso viver como quero porque o meu dinheiro não estica. E o dinheiro do Sid é como se não existisse, porque ele está empatado com tanta merda que obviamente não ajuda naquilo que devia de ajudar. E eu estou farta de ver as minhas poupanças comidas pela Universidade, pelos impostos e pela porcaria das contas mensais.

 

Que mal fiz eu para merecer isto?

 

Porra, em Portugal uma casa decente para dois são 300 euros por mês, aqui, uma caixa de fósforos chamada estúdio (as if!) custa 500 libras por mês e as contas nem sequer estão incluídas - que calculo serem muito além das 150 libras por mês... Por isso, se eu quero viver apertada num quarto pouco maior que o meu, com o Sid e a gata, uma cozinha minuscula e uma casa de banho maior que a cozinha e o quarto todos juntos, tenho de pagar mais de 600 libras por mês!!!...

 

Agora é que me apetece voltar para Portugal e esquecer estas aventuras inglesas, porque está visto que aqui, ser honesto não compensa...

 

... e pensar que eu em Janeiro planeei ir esta semana a França...

 

Nem França, nem nada que se assemelhe. Estou em casa e o meu único refúgio é o ginásio. Nesta altura estou com um ódio imenso a mim própria porque sabendo do que a casa gasta ainda tive esperanças que o dinheiro realmente esticasse... Mas não estica, nem cai do céu, por mais lotarias que jogue. AAAAAAAAAAAARRRRGHHHH! MERDA!

24
Mar09

Notice of Marriage

Little Miss Sunshine

Foi hoje, pouco depois das 9h da manhã, que eu e o Siddharth demos início ao processo do nosso casamento... Agora é que a porca torce o rabo... Eis o nosso plano para os próximos meses...

 

-  Em Abril temos de despachar os convites, com contactos de Hoteis para família e amigos que vêm de Portugal e da India.

-  Em Maio temos de organizar as coisas para o copo de àgua e pagar depósitos e afins.

- Em Junho temos de mudar de casa, mas antes disso temos de ir a Portugal para o casamento do mano...

- Em Julho tenho de arranjar o meu vestido e temos de começar a ver das alianças.

- Em Agosto temos de começar a ver de luas de mel e pagar a cerimónia e a sala no Registo (bye, bye 15 dias de sol em Portugal)...

- Em Setembro temos de comprar as alianças e marcar a lua de mel (França, Holanda, India ou NYC)!

- Em Outubro, dia 10, casamos... e provavelmente entramos em falência colectiva também.

 

Ai, Ai...minha mãe... 

 

 

22
Mar09

Existêncialismo Vs. Religião

Little Miss Sunshine

Hoje é o dia da mãe aqui, mas este ano resolvi seguir os dias da mãe e do pai portugueses... Por isso não houve postal para a mãe (ainda), mas houve postal para o pai no dia 19...

 

Hoje é um dia um bocado triste para mim, mas mais ainda para 4 miúdos, que perderam as suas mães famosas esta semana: Natasha Richardson (45)  e Jade Goody (27).

 

Mortes tão súbitas, de pessoas tão novas, deixam-me sempre pensativa quanto ao sentido da vida. Sempre tive um medo horrível de morrer cedo (não é à toa que tenho de ser empurrada para dentro de um avião cada vez que vou a casa!) . Há quem diga que esse medo existe muito provavelmente pela ausência de uma vida espiritual saudável... Talvez... Não vou dizer que sou uma religiosa devota porque não sou.

 

Não vou à missa desde os meus 16, altura em que decidi deixar de ser hipócrita. Tenho as minhas crendices em St António e na Nª Srª de Fátima, acredito em pedras com capacidades protectoras, acredito em algumas divindades indianas. Acredito naquilo que me faz bem - e há muito tempo que o catolicismo não me faz bem.

 

A minha igreja está cheia de incongruências, não evoluiu como a maioria das outras igrejas. Ainda instiga o medo da morte e do inferno, em vez de ensinar o dom da compreensão e celebração da vida. Acredito em muitas coisas que fazem parte da minha igreja, na vida depois da morte nem tanto.

 

Sou uma céptica, como o São Tomé. Até porque me revolta a falta de equilibrio  entre a permanente facada da morte e a breve e frágil existência humana. Não é justo. Não temos dizer na matéria. Acabamos. Ponto.

 

Sou muito científica nesse aspecto. Somos todos partículas de carbono. A nossa alma é fruto da nossa vida, e não sei se acaba ou se permanece eterna. Mas se acaba, é tudo um grande desperdício de tempo: trabalhar, juntar dinheiro, comprar uma casa...

 

E se há um Deus, então... Que Deus é o nosso que deixa crianças a morrer à fome? Que Deus é o nosso que deixa pessoas passar por coisas que nem lembra ao diabo? Uns dizem que faz tudo parte da nossa aprendizagem humana, terrena. É mesmo? Possa, que mal fizeram aqueles bebés que morrem prematuramente? Nem têm consciência para aprender lição nenhuma, qual é a explicação neste caso...?

 

A meu ver, o debate da vida e da morte é algo que nós tentamos ocultar todos os dias com a azáfama das nossas vidas. Todos nós teremos de passar por ela - eu, a minha gata Daisy, até na minha planta no escritório que eu salvei de morrer sequiosa... E para não tornarmos a nossa vida tão insignificante, acreditamos em qualquer coisa para que esta vida não se torne tão efémera e sem sentido. E isso, mais do que tudo, é o que me dá mais medo, porque nem sempre aquilo que escolhemos acreditar é o mais acertado.

 

Nestas coisas nunca teremos certezas. A ciência explica muita coisa, mas muita coisas está também sem explicação. Uma coisa é certa... Tenho medo de morrer, porque adoro a minha vida. Mesmo quando estou a dizer mal disto ou daquilo, a verdade é que tudo o que compõe a minha vida é mais do que perfeito, e não quero que acabe agora ou nunca.

 

Paz.

 

17
Mar09

As dificuldades de morar no estrangeiro...

Little Miss Sunshine

Não sei se já tinha dito, mas houve uma mudança de chefia no sítio onde eu trabalho. A nossa mentora é agora a nossa chefe, o que não é nada mau, porque ela é uma pessoa com bastante maturidade e capaz de responder às nossas necessidades operacionais mais eficientemente. Só que há um senão...

 

Aparentemente, eu e o meu colega canadiano estamos a fazer um trabalho tão bom com a consultadoria, que a minha chefe proibiu-me de dar aulas... Para mim isto é uma chatice, porque preciso de ganhar mais dinheiro por forma a poder alugar um apartamento em meados de Junho, tenho o meu casamento em Outubro, e pelo meio, viagens para Portugal, para não falar nas propinas para o segundo semestre do mestrado...

 

Esta proibição não é permanente e a minha chefe está disposta a rever a situação daqui a 6 semanas. De qualquer maneira, isto estraga-me os planos todos!!! Apesar de estar a ganhar razoavelmente bem, não sei se vou conseguir juntar tudo aquilo que necessito para alugar um estúdiozinho ou um T1. E daqui a 6 semanas tenho mesmo de pagar as propinas do mestrado, e tenho provavelmente de pagar o depósito para o apartamento também. O ordenado do Sid não dá para nada... Estou sózinha nesta batalha... E eu estou mesmo a ver que vou acabar outra vez num 'bed sit', um quarto numa casa dividida com estranhos...

 

Vou fazer de tudo para que isso não aconteça, mas tenho de ser sincera, aqui as casas são caríssimas. Alugar um apartamento custa no mínimo £500 libras, e os mais baratos estão normalmente em muito mau estado. Estava hoje a pesquisar no Sapo casas para arrendar em Portugal e não acredito na disparidade de preços entre as casinhas daqui e as casonas de Portugal (em Portugal é muito mais barato).

 

Reflectindo nisto tudo muito bem, cheguei à conclusão de que a razão porque este país tem das maiores percentagens de jovens mães adolescentes é exactamente porque um jovem para saír da casa dos pais ou ganha mesmo muito bem, ou tem de viver com pessoal que não conhece de lado nenhum (e lembram-se dos problemas que eu tinha quando aqueles gajos porcos moravam comigo?)... Quem é que se quer sujeitar a isso? Ninguém! Assim, elas engravidam e o Estado dá-lhes uma casarona!

 

Um exemplo disso está bem próximo de mim... A minha vizinha tem 19 anos, uma bébé de 2 anos, e mora sózinha com o namorado e a filha na casa ao lado da minha... Uma casa com 4 quartos, um jardim, uma casa de banho e um lavabos, uma cozinha e espaço para uma arrecadação... Uma casa exactamente igual àquela onde eu moro, com a diferença de que eu moro num quarto da minha casa, com o Sid, divido as areas comuns com mais 3 pessoas, e estou a pagar mais de £400 libras por mês - e as contas nem sequer estão incluídas!

 

Eu já estou com 30 aninhos, e por mais jovem que me sinta, tenho necessidade de ter o meu cantinho, só meu. E depois de quase 5 anos a dividir um quarto numa casa, preciso mesmo de evoluir também a esse nível, senão de nada vale estar aqui a morar.

 

 Não está nada fácil...

 

 

Pág. 1/2

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2005
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2004
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D