Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

E o céu azul brilhará...

Diário de uma académica portuguesa em Londres

E o céu azul brilhará...

Diário de uma académica portuguesa em Londres

27
Set11

Estudar em Inglaterra - FAQs

Little Miss Sunshine

Olá a todos. Depois de me inundarem com 1001 comentários, todos com perguntas bastante pertinentes, surge a necessidade de escrever este post. Aqui encontrarão FAQs (Frequently Asked Questions), muitas das quais geradas por vós, que responderei baseada na minha experiência académica e pessoal. Como sabem, desde 2004 que estou envolvida no ensino Inglês, quatro anos como aluna, e três anos como professora universitária. As minhas respostas são opiniões minhas apenas, e não dispensam a consulta e pesquisa individual de cada um de vocês. Cada caso é um caso.

 

FAQs

 

  • Candidaturas

 

Q: Eu tenho o 11º ano imcompleto e neste momento estou a fazer o q me falta e o 12º tambem. Tenho uma enorme vontade de ir para inglaterra fazer faculdade. Mas como também não sou muito boa no inglês... Gostaria q me aconselhasses.. Achas q devo ir já para inglaterra terminar os estudos? Ou já posso entrar na faculdade? Aconselhas me fazer um curso de ingles cá ou la ??

A: Eu aconselho toda a gente a acabar o 12º ano primeiro que tudo. Quando começares o ano lectivo, começa a ver universidades e em Dezembro desse mesmo ano candidata-te através do UCAS para cá vires estudar. O UCAS é um site (vê no meu Blog, por cima dos posts, tens lá o link basta carregares na imagem) que faz tudo por ti, basta seguires as instruções.

Junta os documentos - podes precisar também de um certificado IELTS que podes obter no British Council. Aliás, se preferires, O British Council pode-te ajudar em todos os passos para vires para aqui estudar. Como o teu Inglês pode ser uma barreira, eu aconselho-te vivamente a ires ao British Council mais próximo e meteres-te num curso avançado de um mês ou algo parecido, e que te dê depois um certificado IELTS.

Talvez seja melhor marcares uma entrevista lá assim que possível que é para saberes com o que é que podes contar, porque há despesas a ter em conta também, como por ex. alojamento, alimentação, etc.

Claro que aqui podes arranjar um trabalho part-time compatível com os teus estudos, mas durante os primeiros meses é bom que tenhas a tua situação económica bem controlada.

 

Q: É necessário algum tipo de prova de ingresso para as universidades ou basta ter o 12º ano completo? Ou será que eles têm exames de admissão?

 A: Não é necessário nenhuma prova de ingresso. Ás vezes universidades pedem um teste de Inglês para provar que realmente dominas a língua (TOEFL ou IELTS). Esses testes podes fazer no British Council, mas não vale a pena fazer nada sem teres a certeza que a universidade tem isso como pre-requisito. Podes saber isso contactando a universidade directamente.

 

 Q: Não sei muito sobre as notas necessárias para entrar e, pelo que percebi, sendo eu europeia, digamos, não sou classificada com "overseas" certo?!

Europeus são considerados ‘EU Students’, e não overseas. No entanto, o processo de seleção dos candidatos ‘EU’ ou ‘Overseas’ é feito individualmente, já que as qualificações, notas e curriculos diferem muito de país para país. Eu entrei com média de 15 valores para um curso superior de História, Lit. Inglesa e Comunicações empresariais. Normalmente as Universidades estabelecem um valor mínimo. Se entrares em contacto com a universidade eles poderão esclarecer-te isso. Penso que o site do UCAS também ajuda nessa matéria.

 

 

 

 

  • Universidades

Q: Por acaso sabes quais são os períodos de férias nas universidades inglesas? Um ano é constituido por trimestres?

A: As licenciaturas têm dois semestres - começam em Setembro e acabam em final de Maio. Há pausas de Natal (Dezembro), Semestre (Jan/Fev) e Páscoa (Março ou Abril).

Nos Mestrados é igual mas têm mais um ‘semestre’ - de Jun a Set que é quando se tem de escrever a tese.

 

Q: Eu gostava de tirar o mestrado em marketing no Reino Unido, que universidade sugeres?

A: Eu sou suspeita, porque trabalho numa Universidade, a mesma onde tirei um mestrado em Marketing. Vou-te dizer claramente, por experiência própria, que a melhor é a University of Hertfordshire. No entanto, podes (e deves) consultar as ‘League Tables’, uma listagem das melhores Universidades por ranking, aqui, e fazer uma escolha informada.

 

 

 

  • Licenciaturas, Mestrados, e Cursos:

Q: Tenho vontade de fazer meu mestrado na Inglaterra, sou Enfermeira e pretendo continuar os estudos lá... Se você tiver mais informações sobre como conseguir, eu ficaria contente...

 Há várias universidades a oferecer cursos de enfermagem (licenciaturas e pós-graduações/ mestrados). A universidade onde eu trabalho é uma delas (www.herts.ac.uk). Aconselho que passem uma vista de olhos pelos requisitos das Universidades a que se pretendem candidatar (por exemplo--> http://www.herts.ac.uk/international-students/how-to-apply/entry-requirements.cfm), e sigam as instruções que estão normalmente nos websites dessas universidades (por exemplo--> http://www.herts.ac.uk/international-students/how-to-apply/). Se a web não for o vosso ponto forte, peçam um 'prospectus', que é um livro que as universidades publicam com alguma frequência, onde podem encontrar todos os cursos que a Universidade oferece (por exemplo--> http://www.herts.ac.uk/courses/request-a-prospectus.cfm). Espero que iste ajude! Boa sorte!

 

  • Bolsas de Estudo e Propinas

 

 Q: Quando falas no valor das propinas, é semestral, anual, curso completo?

A: O valor das propinas é anual, mas como disse, cada universidade tem liberdade de cobrar o que quiser pelas propinas anuais desde que estas não excedam as 3,000 libras por ano. O melhor é fazer uma pesquisa dos cursos que te interessam e tentar saber quanto é que as universidades cobram pelos mesmos, para que se possa tomar uma decisão informada e sem 'set backs'.

 

Q: Eu estou interessado em ir estudar para inglaterra, e para além dos empréstimos que mais tarde serão pagos com 9% do ordenado que receberes, como é que poderemos aceder a uma bolsa de estudo, nem que seja só uma ajuda na diminuição do preço das propinas da faculdade, e alojamento, tendo em conta que se arranjarmos um part time podemos compensar o que falta...?

Normalmente um trabalho a part-time dá para pagar a maior parte das tuas despesas - foi assim que eu me safei. No entanto, há várias bolsas de estudo (algumas até disponibilizadas pela própria universidade onde pretendes estudar). Para investigares isso a fundo, nada melhor do que contactar a universidade e perguntar, ou mesmo investigar no próprio website da universidade.

De 2004 a 2007, o DfES pagou-me as propinas inteirinhas. As coisas entretanto mudaram (já não há essa bolsa de estudo), mas podes aceder a um site que te pode ajudar aqui.

 

 

 

  • Nível de vida/ custo de vida

 

 

 

 

  • Emprego e Finanças

Q: Vou acabar o 12 º este ano e queria ir logo para Inglaterra fazer a licenciatura, no entanto será aconselhável, não será arriscado ficar sem dinheiro ou nem chegar a ter o suficiente para estudar ai o curso inteiro..? Sou boa aluna a inglês (18 valores) e falo fluentemente com amigos de outros países por isso a língua nem seria um dos meus problemas mas estou perdida com informações e onde procurar como mandar currículos etc. 

A: Convém ter um fundo de emergência para o caso de se darem imprevistos. Não aconselho ninguém a fazer o que eu fiz, foi um risco muito grande e podia ter dado para o torto. Se for complicado arranjar uma fonte de receitas, então há que arranjar um emprego. Uma das vantagens de se falar bem Inglês é que se pode concorrer a qualquer tipo de trabalho, uma vez que a língua não é barreira. Há vários sites especializados em anunciar empregos (Reed, TotalJobs, Monster), mas para começar, o melhor é mesmo deixar curriculos nas lojas e centros comerciais.

 

 

 

06
Set11

... Ainda estou de férias!

Little Miss Sunshine

Tenho de aproveitar o sol e o calor antes de regressar para a chuva e para o frio.

Aproveitar os bolos, as pizzas carbonara, a praia, os amigos, o cafézinho, os plenários dos barcos da Soflusa (fizeram-me voltar para trás ontem), os cereais do Pingo Doce, os iogurtes adagio...

 

Pelo meio ainda fiz o meu cartão do cidadão e o da minha filha.

 

5 Estrelas para o atendimento na conservatória geral em Lisboa.

 

O consulado português em Londres deveria passar uns dias de estágio por lá e aprender um bocadinho daquilo que é um serviço rápido e exemplar, onde mães com crianças ao colo são logo atendidas e despachadas, onde se pode dar de mamar enquanto se trata da papelada com a senhora do atendimento, e onde temos as coisas na mão em menos de uma semana...

 

Nem tudo é mau em Portugal!

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2005
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2004
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D