Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

E o céu azul brilhará...

Diário de uma académica portuguesa em Londres

E o céu azul brilhará...

Diário de uma académica portuguesa em Londres

25
Jun09

Estes dias de reflexão...

Little Miss Sunshine

O exame para o MRS correu-me mais ou menos - sei que podia ter feito muito melhor, e estou de figas feitas para que o que eu fiz dê efectivamente para passar e obter a acreditação profissional. Ser estrangeira e fazer um exame nacional de acreditação profissional mete um bocado de medo - este exame funciona um pouco como os exames para entrar para a Ordem dos advogados, ou a Ordem dos médicos... Se eu passei, entro na Ordem Britânica dos pesquisadores de mercados. Yay!

 

No Sábado vou finalmente receber a chave do meu apartamento. Tenho duas amigas minhas que me vão ajudar com as caixas e alguma da minha (pouca) mobília. Não sei se passo lá a noite logo nesse dia, porque não vou ter internet em casa até dia 30 de Junho - e eu não posso viver sem internet...

 

Também já me inscrevi em mais uma cadeira para o meu MSc, a começar em Outubro, o que quer dizer que vou ter de pagar propinas em breve - e isso não é uma boa notícia... Com as despesas do apartamento mais o Mestrado Nº2 em cima, não vou conseguir ir a casa para os meus anos. Estáva a pensar ir a Paris 3-4 dias para celebrar o meu 31º aniversário... sózinha... Ir assim à aventura, para um país em que a língua me é estranha todos os dias, e onde me sentisse como peixe fora de àgua... Porque comigo é tudo à desafio... Já sabem como sou... Se não tem um certo grau de dificuldade, não vale a pena - se bem que isto não se aplica a todos os campos da minha vida, claro está...

 

Entretanto entrei em disputa com o ginásio onde estava inscrita. Nunca lá ponho os pés e por isso cancelei a minha inscrição com eles e agora estão a dizer que eu tenho de pagar quase tanto quanto aquilo que eu pago por cada cadeira de Mestrado só porque estou a cancelar antes do contrato terminar. Claro que me vou recusar a pagar - o que pode ter impacto no meu credit scoring, mas recuso-me a pagar por um serviço que não uso!!

 

O trabalho da unidade nesta altura não é muito, portanto vou fazendo trabalho administrativo, nada de mais,  tenho de me manter ocupada não é?... Especialmente agora. Ando tão cansada devido ao ritmo frenético da minha vida, quando chego a casa só quero mesmo é dormir... E a minha gata olha para mim com uma carita, tadinha... Não lhe dou atenção nenhuma... Tenho de me redimir...

 

Mas ando mesmo noutro mundo... E então agora... Tantas coisas a acontecerem ao mesmo tempo... e reatei uma amizade muito especial recentemente, que me está a deixar mais pensativa que o habitual... Não me consigo concentrar por nada. Sabem... Eu acredito no destino, acredito mesmo muito. Acho que a vida nos cruza com certas pessoas para nos mostrar algo - mesmo que na altura não percebamos o que é que a vida nos quer mostrar.

 

Esta amizade já vem desde os meus tempos de liceu. Diz-se que as pessoas mudam com o tempo, e eu acredito nisso, até porque apesar de eu achar que não mudei muito, sei que durante estes 5 anos de Reino Unido estou diferente na maneira como vejo as coisas, e na maneira como me atiro às oportunidades que me são oferecidas.

 

Esta amizade, que já é antiga, apareceu de repente. Numa altura em que as coisas estão mesmo muito boas para mim...Numa altura em que começo a descobrir-me mais e mais, numa altura em que começo a olhar para dentro de mim e dos que me rodeiam... enfim, numa altura em que começo a saber muito bem aquilo que eu quero... 

 

E sabem quando às vezes olhamos para trás e analisamos as pessoas que sempre estiveram perto de nós? ...e nós se calhar não tivemos maturidade suficiente na altura para nos aperceber o quanto essas pessoas são especiais e bonitas?...  E depois, do nada, essas pessoas aparecem à nossa frente, carregadas daquela familiaridade tão boa, e nos despertam sensações e emoções que nós julgávamos não existir...?

 

Pois... Eu estou a passar por um momento desses. E é estranho... Gosto de ficar acordada a relembrar palavras, rever episódios passados... Como se isso fosse de qualquer forma amenizar a distância dos anos que já passaram. Há pessoas que realmente nos deslumbram pela maneira como são, pelo carinho que nos demonstram. E nós só podemos retribuir esse carinho, porque é impossível ficar indiferente. É mesmo.

 

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2005
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2004
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D