Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

E o céu azul brilhará...

Diário de uma académica portuguesa em Londres

E o céu azul brilhará...

Diário de uma académica portuguesa em Londres

17
Mai06

Síndrome de Bridget Jones em português....

Little Miss Sunshine

Estou mesmo na merda hoje.

Opá, desculpem-me os gajos da Somália, que não têm de comer. Desculpem-me os sem abrigo do mundo. Desculpem-me os gajos em guerra... Hoje estou a viver o meu drama como se fosse o fim do meu mundo. O resto a mim não me interessa... EU SÓ QUERO... Merda, eu nem sei o que quero.... Só sei que não quero ficar sózinha e sinto-me mais sózinha que nunca. Nem a minha gata ameniza o que me vai na alma.

Sinto que o meu coração é um buraco negro, a sangrar sem parar. As lágrimas vêm de quatro em quatro e não consigo parar de ouvir músicas como o "All by myself" e " I can't live without you". Amanhã provavelmente acordarei como se nada se tivesse passado, mas a mensagem está no meu telefone e é uma mensagem de adeus, como tantas que tenho recebido por esta minha vida fora. Porquê? Eu só queria saber porque é que isto me acontece a mim?

Fartei. Fartei-me tanto, estou farta de receber nãos, quer dizer, é que nem sequer se dão ao luxo de me deixarem dar a conhecer! Porra, brincamos ou quê? Porque é que as pessoas se afastam de mim? Porque é que eu afugento aqueles que me são queridos?

Sou independente e o caraças, mas até uma pessoa como eu tem direito a ter um momento de eterna felicidade, porra. Que merda... A comer biscoitos e a beber coca-cola light, sózinha na merda do meu quarto, com montes de trabalho para fazer e só consigo chorar.

É que nem tenho razão, porque já marquei o meu vôo para Portugal. Tenho montes de contas para pagar mas que se lixe. Que se lixe o mundo. Merda de gajos. Porra. Porque é que eu tenho de andar sempre assim? Estou tão cansada, mas não quero acreditar que para mim as coisas não vão melhorar a esse nível. Choro baba e ranho, não porque me despacharam, mas porque eu própria começo a reconhecer o falhanço que a minha vida afectiva representa para mim.

É a frustração de não conseguir ter nada bem e quando tenho alguma coisa bem, nunca parece suficientemente bem para mim...

O trabalho corre bem, a universidade corre bem, então porque raio é que eu continuo assim? à deriva? Sózinha? Estou farta desta solidão. Corroi-me o espírito, preciso de ter alguém, preciso de estar apaixonada, e de apaixonar outros, e estou farta, porque eu não vou passar disto. Simplesmente não vai passar disto...

E a beleza, a inteligência e o espírito combativo que vão todos à merda, porque não me estão a ajudar em nada. Simplesmente eu não mereço ser feliz. É isso. E assim fico eu, à deriva por hoje, a pensar no que não tenho e a viver de vazios.

Lindo!

4 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2005
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2004
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D