Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

E o céu azul brilhará...

Diário de uma académica portuguesa em Londres

E o céu azul brilhará...

Diário de uma académica portuguesa em Londres

04
Dez09

Fim de Semana à Porta...

Little Miss Sunshine

As sextas-feiras em Portugal eram sempre animadas, eu tinha sempre onde ir, sempre o que fazer... Podia sempre contar com o cafézinho da praxe depois do jantar, ou a reunião de amigos habitual antes de saír para a 'night'... Apesar de ter as minhas preocupações, a vida lá sempre parecia correr mais depressa do que me parece aqui. O irónico é que aqui os dias são mais curtos, trabalha-se muito mais, e por isso mesmo devia sentir-se o contrário. Mas não se sente.

 

Este fim de semana vai ser difícil. O Mr. Brasil voltou para o Brasil ontem à noite, e a minha casa parece-me vazia demais. Não tenho vontade de fazer nada. Não tenho sono. Não tenho fome. Só quero ir para Portugal - pelo menos lá tenho a minha família, e coisas para fazer, amigos para visitar, a vida é mais animada e não penso tanto (nem sinto tanto) a ausência do meu noivo...

 

Aqui só tenho o meu trabalho, e alguns amigos que ainda se vão preocupando comigo,  que me vão visitando, a minha nova família também... mas chega a hora de irem para casa (ou de eu ir para casa) e o vazio vem de novo e eu não sei como lidar com isto.  Por mais que o trabalho preencha a maior parte dos meus dias, não consigo que preencha o suficiente do espaço deixado pelas pessoas que gosto e que deixam o país...

 

Ás vezes ser emigrante tem destas coisas... O que estou a sentir agora já eu senti há uns anos atrás quando o meu grupo de amigos português daqui voltou todo para Portugal, depois de acabarem os estudos deles... Parece que estou a trabalhar no aeroporto de novo, em que as pessoas chegam e partem, mas eu fico no mesmo sítio. 

 

Este fim de semana vou receber as minhas compras online como sempre. Vou limpar a casa como habitual. Vou corrigir os trabalhos dos meus alunos. Vou ver tv. Vou esquecer que estou no Reino Unido. Vou tentar não pensar no vazio. Vou tentar não sentir tristeza. Vou tentar... De repente, viver de novo sózinha não me parece assim tão bom.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2005
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2004
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D