Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

E o céu azul brilhará...

Diário de uma académica portuguesa em Londres

E o céu azul brilhará...

Diário de uma académica portuguesa em Londres

25
Jul10

Obrigada...

Little Miss Sunshine

Obrigada pelo vosso apoio incondicional. Há algo por detrás do meu post anterior que quando eu puser a descoberto lá para finais de Agosto vocês vão entender o porquê de toda a minha frustração, raiva e tristeza. Para já não posso dizer o que se passa a 100%, mas para bom entendedor, meia palávra basta. As coisas aqui em Inglaterra são boas, mas há duas coisas que me estão a fazer repensar no meu futuro aqui, principalmente agora.

 

  1. O preço das casas: um apartamento com 2 quartos pode chegar às £1,000 - e as contas não estão sequer incluídas. Mais, arrendar uma casa quando se tem um cão e um gato torna a procura quase impossível. Comprar casas aqui também não dá, porque os preços estão bem além das nossas poupanças... Resta-nos viver num estúdio para já, algo que é limitativo e apertado para a nossa realidade.
  2. Saudades de casa: a falta de apoio famíliar imediato faz com que eu tenha de lidar com tudo sózinha. Por mais que a minha família esteja lá para mim, não é a mesma coisa falar através do messenger e falar frente a frente. Mais, não posso ir  a casa dos meus pais cada vez que me sinto perdida ou desorientada, ou mesmo quando preciso de um tempo de tudo. A distância torna tudo muito mais complicado e o marido não entende muito disso porque nesta altura tem cá a família dele quase toda, e eu não tenho ninguém da minha família por aqui.

Adoro o meu emprego, e essa é provavelmente uma das razões porque eu ainda ando por aqui. O meu ordenado é confortável. Em Portugal não teria talvez uma posição profissional tão enriquecedora, que me preenchesse tanto, e que me pagasse um bom ordenado. No entanto,  e desde que casei, o que recebo vai quase tudo para as despesas da casa e sobra muito pouco para colocar nas poupanças todos os meses. Agora então, as poupanças vão ser mais importantes do que nunca... E eu não quero perder a minha independência económica ou o meu nível de vida só porque me encontro na situação em que me encontro.

 

Cada vez mais me apetece regressar a Portugal, não pelo futuro que me aguarda lá (e que provavelmente é menos risonho do que aqui), mas pelo apoio que sei que vou ter se me mudar para lá definitivamente. Quer eu queira, quer não, a falta de calor, de sol, de praia e acima de tudo, a falta da família tornam-se factores de peso muito importantes, especialmente na etapa de vida onde eu me encontro...

1 comentário

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2005
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2004
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D