Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

E o céu azul brilhará...

Diário de uma académica portuguesa em Londres

E o céu azul brilhará...

Diário de uma académica portuguesa em Londres

20
Jun06

Sexo, mentiras e vídeo...

Little Miss Sunshine

( A propósito do post publicado pela Aragana)

Hoje em dia é assim: uma palavrinha doce, um sorriso escondido e PUMBA! Basta um pouquinho do meu interesse para apanhar imediatamente um gajo a mentir. É que nem são originais...

"Tenho namorada mas sou infeliz",

"A minha mulher faz-me dormir no sofá",

" Ela não me compreende",

" Estou em processo de divórcio", blá, blá, blá...

O que eu já ouvi por estes meus 27 (quase 28) anitos fora só eu sei. Enquanto que a uns eu acabo por me rir mesmo para dentro enquanto eles despejam aquelas baboseiras todas, às vezes para outros o meu coração quer acreditar piamente. Nesses casos eu acredito sempre cegamente e com a minha inocência de que não pode ser mentira. Por mais incongruente que seja a desculpa, para mim há sempre outra desculpa para desculpar a desculpa do gajo.

E passei parte da minha adolescência assim, e quase toda a minha vida adulta até aos dias de hoje. O apelo à necessidade maternal de um gajo necessitado é mais forte que qualquer razão imposta ou condição inalterada. Eles são as "vítimas" e nós somos as "mãezinhas", que vêm limpar as feridas e pôr um penso rápido.

Não percebo, mas também não vou dizer que condeno - porque não condeno. às vezes até se aprende e muito com uma relação proíbida... A maior lição de todas é: "Não voltes a fazer", mas o proíbido é tão excitante que no mês seguinte acaba por acontecer outra vez, e outra vez, e outra vez.

Eu sei que não é justo para as pessoas que estão envolvidas numa relação a sério chegarem à conclusão que o par delas é um mentiroso, mas a verdade é que há quem passe uma vida inteira sem saber... E (pensam que) são felizes e que o casamento/ relação delas é perfeito(a).

Olhem para mim, eu pensava que estava tudo bem na minha relação com o Martin pelo que ele me dizia:

"Vou sentir a tua falta quando fores para Portugal"

"Duas semanas sem te ver vai ser tão difícil", blá, blá...

...e disse-me isto no sábado. Como sabem, ele acabou comigo no Domingo. Mais... Apresentou-me à familia, aos amigos, fez-me criar laços com pessoas da vida dele para depois me fechar a porta na cara a dizer que não estava "preparado" para uma relação "séria"...  Eu acabei por o escorraçar do quarto com palávras mesmo amargas e não o vi desde então.

Querem que vos diga uma coisa? Até estou bem. Acho que não gostava dele como julgava. O que me dói é a mentira que ele construiu para me fazer crer que queria que eu fizesse parte da vida dele. E eu deixei-me ir, talvez porque fosse mais conveniente, talvez porque eu precisava de me sentir valorizada de alguma maneira... E com ele eu conheci sítios que pensava não existirem, parques lindos, lagos ainda mais bonitos, apanhei o meu escaldão com ele e o que nos rimos com isso depois...

O que dói é tudo isso. Não é o fim da relação, é descobrir que a relação foi baseada somente em mentiras. E é que ele nem teve muita sorte na parte do sexo, coitado... falhou na hora "h" umas quantas vezes e para mim isso devia ser um sinal indicativo da fragilidade dos sentimentos dele por mim...

No fim de tudo ainda rematou com um "mas eu ainda acho que tu és uma rapariga adorável"!

Que lata! Só não o expulsei do meu quarto a pontapé porque não calhou. Que tótó. Só me calham tótós na rifa...  Eu vou ficar mas é solteira e pronto. Ao menos não ando entre ilusões de futuro.

Por isso, meninas, cuidem-se. Os gajos não são santos nenhuns - certas gajas também não, mas olhem, que se lixe... Isto está é tudo a voltar à pré-história. Daqui a nada vemos os gajos a agarrar os cabelos das gajas e a fornicar a céu aberto e à vista de toda a gente, que acostumada com isso já não liga cú!

Pois é... Bem... vou ver se descanso um cadinho. Amanhã estou de folga. Nem sei bem o que é que vou fazer, talvez vá ao mercado que é mesmo aqui ao lado, comprar frutinha. Ontem comprei umas calças giríssimas e um top, só 14 libras... O que aqui equivale a 15 euros na tugolândia, por isso acho que foi um bom negócio. Também comprei ganchos e pintei o cabelo. Enfim... Nada como o fim de uma relação para dedicar tempo a mim mesma e mostrar a toda a gente o "desperdício" daquele gajo... É um estúpido.

Já fazem fila os gajos lá do trabalho assim que souberam... Ah pois é...  Mas eu nesta altura vou-me dedicar é a mim e fazer o que me der na real gana, ser feliz e aproveitar ao máximo o facto de ter sido promovida.

Não há tempo nem para lágrimas nem tristezas - é sempre a andar, e sempre para a frente!

Beijokas! E obrigado pela vossa força meninas. E MANA: parece-me bem a sugestão que deixaste no post anterior. Está quaseeee.... heheheheh

3 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2005
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2004
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D