Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

E o céu azul brilhará...

Diário de uma académica portuguesa em Londres

E o céu azul brilhará...

Diário de uma académica portuguesa em Londres

15
Ago06

Atribulações de uma viagem para Londres!

Little Miss Sunshine

Oulá, oulá... Pois é, já estou finlmente a descansar da correria louca em que andei hoje, entre preencher formulários para o apoio nas propinas da universidade, fazer as compras tão necessárias e ir ao banco e aos correios, limpar a casa e lavar a loiça do jantar de ontem...

Finalmente, descanso. Desde ontem que ainda não parei um segundo - tem sido mesmo terrivel. E hoje nem fui trabalhar! Não conseguia levantar-me da cama (estava quentinho e convenhamos, é sempre melhor ficar nos braços do Sid do que ir para a chuva, apanhar um autocarro que demora uma hora para chegar ao destino e depois ver montanhas de trabalho até ao tecto...).

Mas ontem foi demais mesmo. Acordei cedinho para chegar ao check-in cedinho... Mas toda a gente se lembrou de fazer o mesmo!!! Depois de batalhar Olaias acima com duas malonas pesadíssimas até à praça de taxis, chego ao aeroporto e tenho uma filazorra de metro e meio!!! Mas o pior não foi isso... Depois de ter ficado UMA HORA na fila do check-in, ainda tive de mandar tudinho electrónico com as minhas bagagens de Porão!!! Fiquei *dida! Até o meu MP3 Player eu tive de mandar! Até o meu laptop!!! Resumindo... sem meios de comunicação, fiquei incontactável para toda a gente. Nunca me senti tão nua.  Raio dos terroristas, só dão é trabalhos ao cidadão comum...

Quando saí do check-in, ainda fui-me despedir da Ana Cristina, uma colega e grande amiga dos tempos em que eu trabalhava no aeroporto ( já agora, o handling da Portway é MUITO MELHOR que o da GROUNDFORCE! - eu já explico mais à frente... Beijinhos ao pessoal da Portway com quem eu tive o privilégio de trabalhar directamente... Ai que saudades!).

Depois de fazer isso, passei a segurança do aeroporto ( que estranhamente e para espanto meu demorou pouco mais de 5 minutos! - não é normal), e fui a correr para o MacDonalds (sim, leram bem, mas não é o que estão a pensar). Enquanto o meu amigo inglês se deliciava com um menu deles às 9h30 da manha (IACH!!!), eu só bebi um café e comi um pastel de feijão.

Ainda pensava que tinha tempo de levar comigo umas iguarias tradicionais do duty-free, e até tinha, se as gajas da caixa se tivessem DESPACHADO! Depois de estar numa fila mais de 5 minutos, passei para outra que me pareceu mais rápida... mas esqueçam... assim que chegou a minha vez, deram a última chamada para o vôo e lá foi a tansa da Rebel-Fairy a correr, toda desengonçada, para o controlo de passaporte e daí para a porta de embraque.

Sinceramente não sei para que foi a pressa toda...

Pois bem... entrei no autocarro, onde o gajo da TAP que lá estava a coordenar era um tanso. Só pode! Deixou o autocarro encher todo que íamos ali tipo sardinhas enlatadas! Já não chegou tirarem-nos os pertences todos, agora queriam também dar-nos uma cura de emagrecimento forçado... Dassss...

Cheguei ao avião, sentei-me confortavelmente, ainda faltavam uns bons 30 minutos antes da partida por isso pus-me na conversa com o meu amigo e a ler a cosmopolitan inglesa que eu tinha comprado quando saí para Lisboa. Ás tantas achei estranho dois aviões da Germanwings terem chegado e partido e nós ainda estarmos em terra.

O piloto-capitão lá nos pôs ao corrente que ainda faltavam fazer check-in a 50 passageiros (50!!!! Dass Dass Dass!!!!) e que houve um problema com os tapetes do terminal, por isso sairíamos dentro de 20 minutos. Vinte minutos depois, lá vem ele outra vez interromper a televisão (sim, porque eles entretanto tinham metido TV para a gente ver - vivó luxo!!!) dizer que afinal já só faltavam 20 passageiros ( 30 passageiros em 20 minutos?? SÓ??? Eu que estou habituada a estas coisas e sei da coisa fiquei tipo... bem nem sei... Eu percebi logo que estava a haver demasiado espiga para as coisas estarem tão lentas!)...

E com isto passou-se uma hora e tal. Dentro de um avião. Em terra. Ai minha mãe... e eu que "ADORO" andar de avião... Eu vi os aviões estacionar, fazer a rotação e sairem primeiro que nós... AO NOSSO LADO!... Só podia estar a haver granel, e do grosso! Nem dito, nem feito, o piloto diz que temos de ir dez a dez fazer reconhecimento das malas porque dois passageiros tinham desistido e os gajos da GROUNDFORCE não sabiam de uma das duas malas a serem devolvidas ao terminal! 

 

Bem... segundos depois ele vira-se e pede desculpas, afinal a mala estava no terminal (CEGUINHOS!) e por isso estamos prontos a descolar... E terminou com um: " This was, by far, the worse handling I've ever seen in my whole life!!!" Para quem não percebe pêvas de inglês, isto é mau... muito mau... quer dizer "Este foi o pior handling de todos os tempos". Eu só me ri quando ouvi o gajo dizer isto... Bem, ao fim de três horas no chão, lá fomos. Perdemos slots e prioridades e o caraças, por isso estivemos meia-hora às voltas para aterrar em Gatwick e depois foi mais meia hora para as malas sairem. Antes de sair do avião eu só me virei para o gajo e disse em Inglês: "Talvez devesse considerar a Portway como o vosso handling em Portugal". Ele sorriu. Com a história de ter de esperar tanto tempo pelas malas, e eu sem poder comunicar com ninguém porque os telemóveis estavam lá nas ditas, só stressava. A minha paciência tem limites!!!

Quando já estava cá fora, e depois de comprar o bilhete de comboio para St Albans, despedi-me do Grant e arrastando as duas malas pelo caminho, lá fui eu para a plataforma 2 apanhar o combóio. Fixe... vazio...

Sentei-me descansadinha, malitas ao lado... ali em Kings Cross Thameslink vem um maranhal de pessoal que eu fiquei mesmo tipo... salsicha em lata, mas sentada. Hora de ponta! ERA SÓ O QUE ME FALTAVA!!! Quando cheguei a St Albans, arrastei 40 pessoas com as malas até conseguir saltar do combóio, para chegar ao autocarro e o gajo náo ter troco para a minha nota de 10 libras. Dasss.... é que eles podem rejeitar o passageiro se não tiverem troco... e eu já a ver que ficava ali apeada e o Sid à minha espera em casa...

AAAAAAHHHHHHHHRRRRRRRRRRRGGGGGGGGGGGGGGGG!!!!

DASS!

QUE MAIS!?

Mas o gajo lá arranjou troco e lá me deixou ir, resmungando muito e eu fazendo ouvidos de mercador. Quando cheguei à paragem, arrastei-me até casa, mas a meio do caminho veio um gajo indiano ter comigo... LINDO!!! Cabelo encaracolado negro e semi-comprido, barba de três dias, olhos castanhos escuros quase negros, pele cor de chocolate de café e um cheirinho bom, bom..... Era o Sid, claro.

Ai que saudades. Valeu a pena aquele stress todo só para poder estar ali, naquele momento, com o meu gajo lindo, sexy e todo bom - porque ele é um borracho, tá bem!? É lindo o meu gajooooooo..... Estou tão in love! Adoro-o. Passámos o resto da tarde toda juntos, eu a reclamar que o meu amaciador tinha rebentado e estava todo espalhado pelos outros produtos todos e roupa incluída... ou então resmungava porque algo se tinha partido, ou estava defeituoso, ou blá, blá, blá...

Eu sou uma resmungona... Sou, sou! Mas ele tem uma paciência de santo. Ainda foi a casa buscar especiarias para fazer um arroz picante para mim, o querido ( e, não é que o raio do arroz estava mesmo bom!???).

Adormecemos os dois nos braços um do outro, depois de vermos um filme e de nos atirarmos almofadas mutuamente. Hoje quando acordei ele foi a primeira pessoa que vi, e que abracei... e com quem falei... e adorei cada momento... Por isso é que não fui trabalhar hoje. Estava muita cansada. Ainda tinha de ir tratar da bolsa para as propinas, tinha de ir ao banco pôr dinheiro na conta corrente e ir às compras - não tinha NADA em casa... só leite UHT magro, uns flocos rançosos e comida vegetariana... Mas nada para o meu pequeno-almoço e essas cenas assim.

Sim, porque quando eu vou trabalhar, gosto de ter um pequeno almoço decente, com suminho de toranja e torradita de pão integral com manteiga magra ou doce de tomate, para não falar dos floquitos.

E é assim... Hoje passei o dia a limpar a casa. Estou sem chuveiro porque tiveram de arranjar a parede da casa de banho (estava com infiltrações) e tiraram o raio do chuveiro. Agora só banho de banheira, que até tomei ontem e não estava mau, mas não é a mesma coisa - principalmente porque o meu cabelo está grande e precisa mesmo de àgua pura para não ficar seco.

Bem, tenho de ir preparar a farda para o trabalhito amanhã (estou no turno da noite... Fixe!) e ainda vou ver se me estendo na cama um bocadito antes do Sid chegar.

Beijokas e olhem, desculpem lá o desabafo. Se lerem tudo até ao fim só podem ser doidos lol!

Fui

3 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2005
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2004
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D