Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

E o céu azul brilhará...

Diário de uma académica portuguesa em Londres

E o céu azul brilhará...

Diário de uma académica portuguesa em Londres

10
Out06

O inferno desceu à terra hoje...

Little Miss Sunshine

  ... mais exactamente ao meu quarto, e começou logo de manhã. Não sei, eu ando com uns humores de cão, resmungo por tudo e por nada, não consigo dar conta do recado e quem paga é a pessoa que mais está à mão.

Nem vos conto... claro que ele não é santo e paciência não estica, por isso ele bateu com a porta e foi à procura de casa, e eu fiquei em casa a mandar mensagens detestáveis, fruto da minha raiva.

Mas ele lá voltou às duas da tarde e depois de estarmos no mesmo quarto sem falar por quase uma hora, eu peguei nele e fomos às compras. Depois fomos queimar as energias negativas no ginasio. E quando acabámos já estávamos bem outra vez, cozinhámos juntos o jantareco e olhem, estamos para aqui...

Eu juro que às vezes não entendo de onde vem tanta raiva e tanta frustração da minha parte. Uma coisa que me irrita também é o facto de cada vez que vou aoginásio acho que fiz montes de desporto ( e até posso ter feito), mas sinto-me gorda, GORDA! E só peso 78Kg, o que é até uma melhoria dos meus habituais 80 Kg.

E por mais exercícios que faça para o meu abdómen, a minha barriga parece que tomou conta de mim e está-se a espalhar pelo meu corpo. Se continua assim, ainda engole as minhas pernas e a minha cabeça no espaço de uns bons meses...

E eu juro que tenho ido religiosamente ao ginásio, por muito que me custe ( e há dias em que mais parece que estou a arrastar correntes nas minhas pernas e braços!).

A tese? Está parada. A Uni? É só trabalho... que eu me recuso a fazer a tempo e horas. Eu fazer faço, mas demora tempos. Estou a ficar caquética, essa é que é essa. Até a minha creatividade está uma grndessíssima m#$%a!

A tempestade vai passar. Eu sei que vai, mas porra, os ventos bem que podiam aumentar a força porque estas nuvens negras parece que vieram para ficar! MAIS! Tenho saudades de uma casa no Barreiro que já não é aquela casa que eu deixei (porque como sabem os meus pais estão em processo de separação/ divórcio), tenho saudades de acordar no meu antigo quarto (que agora é do meu irmão), abrir a persiana e ver o meu jardim. Tenho saudades do sol e do mar. Tenho saudades da minha família, do meu querido canito Mr Fritz, do meu emprego na Portway.

Cheguei ao ponto de começar a questionar o que estou eu aqui a fazer... Falta só este ano para acabar o curso, e depois? Mestrado? Desemprego qualificado? - sim porque emprego tenho eu, mas convenhamos, não é o meu emprego de sonho...

E o meu gajo? Só trabalha que nem um mouro para pagar o raio do VISA dele e depois vai-se endividar até às unhas  para fazer um mestrado número 2, porque o doutoramento aqui para estrangeiros fora da união europeia é caro mas caro (e falamos de valores que ascendem as 8.000 libras!!!).

Digam-me, que raio de vida vamos nós ter, quando é que eu vou ter uma casa nestas condições? Um lar? Uma família? (móveis novos e cozinha sem estar porca e com tachos até ao tecto???).

Não sei, eu começo a pensar nestas coisas e assusto-me. Eu tenho 28 anos e moro num quarto, numa casa que divido com mais 5 pessoas (6 desde que o namorado se mudou) e que são todos teenagers de 20-21 anos  (o namorado tem um bocado mais, graças a Deus!). Dividimos uma casa de banho grande com chuveiro e uma casa de banho pequenina em que quase nem te podes limpar sem bater com os braços na parede - eu sei, nojento lololol.

A cozinha? Lixo no chão, bancadas cheias de loiça suja, ou comida seca ou sei lá que mais. Quem limpa...? Sempre a mesma. Sempre.

E eu vejo as pessoas que me estão próximas nas vidas delas, assentadas, com filhotes ou prestes a ter filhotes, com casa própria ou algo do género, carro, e sei lá que mais... E eu que tenho?

Uns míseros tostões na minha conta poupança, uns tostõezitos na conta corrente, sem carro, a viver num quarto, e numa relação com alguns problemas causados por mim.

Agora digam-me... não hei-de eu andar desmoralizada?! Mesmo na uni as coisas não são ouro sobre azul. É muito trabalho. E no trabalho, agora é menos horas e consequentemente, menos dinheiro. Ainda tenho o trabalho nr 2. E a gata. E a roupa para lavar, passar a ferro, cozinhar ( que agora é x 2).

Eu não fui feita para isto. Isto assusta-me. Se a vida vai ser isto para sempre, eu não sei se quero continuar a viver. Estou muito deprimida. Não acredito que as coisas vão ser diferentes. Eu sabia que a vida é complicada - eu sempre tive de travar batalhas para tudo! - mas isto é pior que complicado. Isto é uma SECA!

Por mais objectivos que nós tracemos para o futuro, só muda o cenário. As coisas vão ser sempre iguais e por muitas novidades que aconteçam na tua vida, hás-de estar sempre presa a uma rotina.

E eu não consigo viver em rotina, saber que o que vai acontecer amanhã é o que vai acontecer daqui a cinco ou dez anos... Eu não consigo sequer imaginar uma vida assim. Eu gosto de segurança, mas por vezes sinto-me sufocar porque segurança não precisa de passar por rotina.

Oh pah eu já não sei é nada.

(suspiro)

Fui. 

3 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2005
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2004
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D