Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

E o céu azul brilhará...

Diário de uma académica portuguesa em Londres

E o céu azul brilhará...

Diário de uma académica portuguesa em Londres

18
Nov16

Soltem-se!

Little Miss Sunshine

 

tumblr_na49zwsWck1sthf15o1_1280.jpg

 

Hoje estou completamente preguiçosa. Estou no escritório, e fiz algum trabalho, mas como estou sózinha a mente viaja...! E a minha está bem longe daqui. Tanta coisa aconteceu no espaço de 2 anos que eu hoje reconheço ter sido para o melhor. Aprendi que mesmo sózinha eu consigo ser boa mãe, gerir uma casa e ainda ser boa profissional (hoje não conta!). Muitas vezes, durante o processo de mudança na minha vida, olhei para mim e não quis saber de mim. Esqueci-me de quem era, e isso é das piores coisas que se pode fazer, especialmente enquando se atravessa uma fase da nossa vida em que tudo o resto à nossa volta parece desabar. Tive tantos momentos em que não me apetecia saír da cama, quanto mais de casa.

 

Mas as minhas miudas puxavam por mim, e as coisas - com tempo - começaram a tomar forma e a compôr-se. Comecei a perceber o que eu queria da minha vida, comecei a reconhecer em mim o meu sorriso, a minha vontade de cuidar de mim, e comecei a perceber que é importante colocarmo-nos no centro do nosso mundo de vez em quando. Pendurar as capas de mãe, profissional e trintona, só para voltar a ser aquela adolescente malandra, atrevida, e feliz, que não tem medo de ir atrás do que quer, nem medo de fazer o que lhe apetece. 

 

Eu, que passei a minha vida toda a achar que não podia viver sem um alguém ao meu lado, estou feliz sózinha, com as miudas - é certo -  de coração cheio e um sentido de liberdade renovada. E o melhor disto tudo é que nem sequer sinto necessidade de preencher o lugar que antes pertencia a uma pessoa que amei muito. Hoje, nesta altura, nesta hora, neste minuto e neste segundo... posso dizer que me sinto feliz com as pessoas na minha vida, os meus amigos, familia - e eles bastam-me.

 

Prometi-me a mim mesma viver a vida, agarrar-me aos momentos fugazes e bons que me vai proporcionando. Andei presa a indefinições durante tanto tempo que agora eu só quero mesmo é viver de momentos, sem pensar em mais nada. E aproveitar o tempo com as minhas miudas, os meus amigos, entre noites de netflix, conversas no Tinder e no Facebook, ou um bom livro no Kindle. O mundo é enorme, e as oportunidades estão em todo o lado. Muitas vezes não as vemos porque nos deixamos levar por uma onda de falta de confiança. No entanto, estão lá. E só cabe a nós libertarmo-nos das correntes que nós próprios criámos e deixar as coisas acontecerem. Porque elas vão acontecer. 

 

Soltem-se.

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2005
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2004
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D